Seguidores


8 dicas para acabar com a insônia.

0


Para dormir bem, basta se deitar e fechar os olhos, certo? A ideia funciona bem na teoria, mas, na prática, ter uma noite tranquila e acordar disposta no dia seguinte é cada vez mais raro.
De acordo com a Organização Mundial de Saúde, 2 em cada 5 brasileiros sofrem de insônia. A sensação é desagradável, afinal, o cansaço bateu, a cama está ali, você tem de acordar em
algumas horas e... o sono não vem!

Por isso, quem dorme profundamente todas as noites pode se considerar uma felizarda. Já se você acorda exausta, nada de se preocupar: com a mudança de alguns hábitos noturnos, você também vai sonhar com os anjos. "Para garantir uma boa noite de sono devemos ter uma rotina na qual vamos desacelerando o ritmo, fazendo atividades mais monótonas à noite", explica o neurologista Geraldo Rizzo, diretor do Laboratório do Sono, de Porto Alegre.

Segundo ele, os hábitos que garantem dormir sem precisar contar carneirinhos não são difíceis de colocar em prática. Trata-se de incorporar atitudes calmantes, como manter o quarto escuro, diminuir a ansiedade e desligar a TV (melhor mesmo seria tirá-la de perto da cama de uma vez, não?).

Confira uma relação de dicas que driblam a insônia, para que você possa realmente descansar à noite e acordar com a energia renovada.

0 Recados:

Postar um comentário

Dia 19 de Março - Dia do Artesão

Dia 19 de Março - Dia do Artesão
Minha poesia é inglória, vive em bancas incertas.
Do pódio e das vitórias, traduz histórias discretas.
Nos dizeres, incontida, minha poesia é de lua, às vezes, reza vestida às vezes, discursa nua.
Meu poema é artesanato.
E sai-me pronto das mãos.
Coso-o, com muito cuidado, cirzo-o, sem distração.
Às vezes, vem das sucatas de contas e velhos botões, de renda e fitas baratas, da fieira dos piões.
Que ressona atrás da porta, tem os pêlos de um cão, no final das linhas tortas traz pena, paina, algodão. Tem cores das violetas, pose de pedra-sabão.
Nas asas da borboleta, nem coloca os pés no chão.
O poema-artesanato traz ponto-cruz, bordaduras.
É sempre um simples retrato de uma notória figura. Retirado da net.


São José Carpinteiro.

São José Carpinteiro.