Seguidores


A CORUJA E O FALCÃO - Não deixe de ler!

7



Certa vez um homem observou uma coruja que estava junto à janela.


Ela caiu e o distraiu da oração, mas ele não deu muito importância a ela.

Nos outros dias, ele observou que a coruja permanecia naquele lugar e parece que se estabelecera ali.

Dia após dia ele pôs-se a observar aquela coruja.

Notou que ela quase não se movia.

Começou a incomodar-se com aquela ave, ela ocupava mais tempo de sua atenção que a oração.

Como veio parar ali, se não comia e uma vez até chegou a mexer com ela para ver se realmente era uma coruja de verdade.

De tanto observar, notou que a ave era cega e isso encheu mais ainda sua cabeça de perguntas.

Até que um dia, notou que um falcão entrava na igreja com algo entre os bicos.
Eram algumas minhocas ou algum inseto e que servia de alimento para a coruja.

Ele maravilhou-se com o que viu e chegou a coçar os olhos para ver se enxergava direito: O falcão entrava na igreja para alimentar a coruja, da mesma forma como faria com um de seus filhotes.

Imediatamente o piedoso homem começou a louvar o Senhor e a se perguntar a razão de tamanho milagre.

Jesus diz que Deus cuida até dos pássaros com o cuidado de um pai.

Sentiu enorme consolação ao pensar em um Deus amoroso, que coloca um falcão para cuidar de uma mísera coruja.

O que não faria Deus por ele?

Sentiu o coração vibrar ao perceber que Deus também cuidava dele com o mesmo carinho com que cuidava daquela ave.

No entanto sua consolação também lhe trouxe a moção interior de que Deus lhe revelava algo único.


Refletiu e decidiu vender tudo o que tinha e colocar-se ao único cuidado do Senhor.

Ponderou que era apegado demais aos seus bens e que Deus o chamava para viver uma vida de pobre ,dependendo unicamente da providência divina, pois ele valeria mais que milhões de coruja.

Saiu de sua casa e colocou-se como mendigo na porta da mesma igreja que costumava freqüentar.

No entanto começou a ter dificuldades.

As pessoas o tinham conhecido como rico comerciante e não entendiam porque ele estava ali.

Alguns achavam que tinha endoidecido; não lhe davam esmolas e ele começou a passar fome.

Desolado e entristecido, pensava que Deus o tinha abandonado.

Renunciara a tudo para viver da providência de Deus e Deus não aceitou sua renúncia.

Revelou sua desolação e procurou um pastor.

Ao que o pastor lhe perguntou:
– Você tem certeza que foi Deus quem lhe pediu para viver como mendigo?

– Claro, a experiência com a coruja me mostrou que Deus sempre cuida de quem precisa, eu não tinha como duvidar! – Respondeu convicto.

O pastor o olhou serenamente e com muita compaixão lhe perguntou:
– Você tem certeza que Deus o chamava a ser coruja? Não lhe estaria chamando a ser falcão?

Muitos agem como verdadeiros fariseus abdicando de tudo que tem para viver uma vida pobre que aguça a compaixão das pessoas.

Deus nos tem chamado para sermos falcões, libertando pessoas, levando amor, consolo e sustento.

É claro que Deus nos trata como à coruja, mas nos chamou para sermos como o falcão.

Se você decidir assumir seu papel como falcão, Deus lhe conduzirá exatamente onde há uma coruja precisando de alimento.

7 Recados:

FLAVIA CRISTINA C. disse...

OI AMORECO, ACHEI LINDA MENSAGEM, E VIM TAMBÉM PRA TE CONVIDAR A PARTICIPAR DO SORTEIO DE NIVER DO MEU BLOGUINHO , TE ESPERO LÁ TÁ? BEIJOCAS...

Compartilhando Sentidos disse...

É... O mundo precisa ler mais mensagens assim!


Gostei daqui. Quando tiveres um tempinho dá uma passada lá no meu cantinho!

Bjocas

http://compartilhandosentidos.blogspot.com/

Denise Santos disse...

Linda mensagem...Profunda:)

Fique com Deus:)

Gabi disse...

Passando para fazer mais uma visitinha, Seguir e Comentar...Agora em Todos os blogs recadastrados para Prestigiar os blogs do Blogueiras Unidas e ver as novidades por aqui.
Tem selinho pra você no meu Blog.
Beijo
Fica com deus
Gabi
http://gabi-artemanual.blogspot.com/

Josinete Beatriz disse...

Linda mensagem Siglea! Deus cuida de cuida de cada um de nós, com certeza! Bom dia, Deus te abençoe!Bjus. Josi

Iara Maciel disse...

Bom dia querida. Lindo blog, amei. Faço parte das blogueiras unidas e já estou te seguindo... Aguardo sua visita ao meu blog e se gostar será muito bem vinda a ficar por lá também. Beijos...
www.negracriativa.blogspot.com

Daniela Siqueira disse...

Lindo texto, amei.
Passe no meu blog para dar uma espiadinha.
Beijokas,
Dani, Blogueira Unida nº 1027.

Postar um comentário

Dia 19 de Março - Dia do Artesão

Dia 19 de Março - Dia do Artesão
Minha poesia é inglória, vive em bancas incertas.
Do pódio e das vitórias, traduz histórias discretas.
Nos dizeres, incontida, minha poesia é de lua, às vezes, reza vestida às vezes, discursa nua.
Meu poema é artesanato.
E sai-me pronto das mãos.
Coso-o, com muito cuidado, cirzo-o, sem distração.
Às vezes, vem das sucatas de contas e velhos botões, de renda e fitas baratas, da fieira dos piões.
Que ressona atrás da porta, tem os pêlos de um cão, no final das linhas tortas traz pena, paina, algodão. Tem cores das violetas, pose de pedra-sabão.
Nas asas da borboleta, nem coloca os pés no chão.
O poema-artesanato traz ponto-cruz, bordaduras.
É sempre um simples retrato de uma notória figura. Retirado da net.


São José Carpinteiro.

São José Carpinteiro.