Seguidores


Por que as flores têm cor e perfume?

2








Oi amigas queridas!
Neste final de semana minha filha de 6anos que está no 1ºano trouxe uma tarefa para casa.Nós teremos que fazer uma pesquisa e criar um painel com o seguinte tema:
Por que as flores tem perfume e cor? Adoraria a ajuda de todas!
Caso tenham alguma ideia interessante para contribuir com nosso trabalho,podem nos enviar por e-mail,por favor!
siglea.mallet@gmail.com

PESQUISA 1.
Como todo ser vivo, ao longo de sua evolução as plantas desenvolveram características que facilitam sua sobrevivência. A cor e o perfume das flores são um bom exemplo disso. "O perfume age como chamariz para agentes polinizadores como mariposas, moscas e outros insetos. Atraídos pelo odor, que insinua a possibilidade de encontrar alimento, eles acabam pousando na flor, que é nada menos que o órgão reprodutor das plantas chamadas angiospermas", explica a botânica Nanuza Menezes, da Universidade de São Paulo. Ao pousar em diversas flores, esses insetos carregam o pólen de uma para outra, fecundando-as. Os perfumes, por sua vez, são produzidos por tecidos glandulares chamados osmóforos, localizados nas pétalas da flor ou em sua sépala (parte do cálice exterior). Essas glândulas soltam mínimas quantidades de óleos voláteis - isto é, que evaporam com facilidade -, que são os responsáveis pelo odor exalado.

Há também flores que, em vez de perfume, produzem odores fétidos - como o de carne podre - para atrair moscas, quando são elas que cumprem o papel de polinizador.


PESQUISA 2.
As diferentes cores e perfumes que têm as flores cumprem funções específicas. As flores que são polinizadas pelos insetos precisam atraí-los, e fazem isso por meio de um alimento que produzem na parte mais profunda da corola chamado néctar.

O inseto então pousa sobre as pétalas e esfrega-se nas anteras, com o que os pequenos grãos de pólen aderem a seu corpo; em seguida, atraído por outro néctar de sabor idêntico, transporta esses grãos de pólen a uma flor da mesma espécie.

As flores são visíveis a distância por causa de suas corolas chamativas e possuem perfume que os animais podem distinguir. Existem flores que atraem apenas uma espécie de insetos porque têm um sabor especial; é o caso da sálvia, que adaptou sua forma para que somente as abelhas possam realizar sua polinização.

PESQUISA 3.
Não Pises a Flor

Não pises a flor, porque a flor tem perfume
E deste perfume é que vive a flor.
Se pisares a flor, ouvirás o queixume
Do perfume exalando da vida da flor.
Não pises o amor, que o amor se resume
Na festa da alma, no alívio da dor.
Se pisares o amor, ouvirás o queixume
Do peito clamando o martírio da dor.
No amor e na flor, existe o perfume
E o maldito ciúme, só tem mesmo é no amor.
É por isso talvez que o amor, por ciúme,
Venha a sentir inveja da existência da flor.

2 Recados:

Graça Nunes disse...

Oi minha amiga querida, o selinho lindo que me ofereceu lá no Criações, eu ofereci para seu blog pessoal, o Cantinho da Margarida, dá uma passadinha lá para pegar, um bom restinho de domingo, fica com Deus, te adoro, Graça!

Flávia Borges disse...

Parabéns, lindos trabalhos!
Bjo grande.
=)

Postar um comentário

Dia 19 de Março - Dia do Artesão

Dia 19 de Março - Dia do Artesão
Minha poesia é inglória, vive em bancas incertas.
Do pódio e das vitórias, traduz histórias discretas.
Nos dizeres, incontida, minha poesia é de lua, às vezes, reza vestida às vezes, discursa nua.
Meu poema é artesanato.
E sai-me pronto das mãos.
Coso-o, com muito cuidado, cirzo-o, sem distração.
Às vezes, vem das sucatas de contas e velhos botões, de renda e fitas baratas, da fieira dos piões.
Que ressona atrás da porta, tem os pêlos de um cão, no final das linhas tortas traz pena, paina, algodão. Tem cores das violetas, pose de pedra-sabão.
Nas asas da borboleta, nem coloca os pés no chão.
O poema-artesanato traz ponto-cruz, bordaduras.
É sempre um simples retrato de uma notória figura. Retirado da net.


São José Carpinteiro.

São José Carpinteiro.