Seguidores


Quando tudo for pedra... atire a primeira flor.

4


ATIRE A PRIMEIRA FLOR 

Quando tudo for pedra... atire a primeira flor. 
Quando tudo parecer caminhar errado, seja você a tentar o primeiro passo certo. 
Se tudo parecer escuro, se nada puder ser visto, acenda você a primeira luz. 
Traga para a treva você primeiro a pequena lâmpada. 

Quando todos estiverem chorando, tente você o primeiro sorriso. Talvez não na forma de lábios sorridentes, mas na de um coração que compreenda, de braços que confortem. Se a vida inteira for um imenso não, não pare você na busca do primeiro sim, ao qual tudo de positivo deverá seguir-se. 

Quando ninguém souber coisa alguma e você souber um pouquinho, seja o primeiro a ensinar. Começando por aprender você mesmo, corrigindo-se a si mesmo. Quando alguém estiver angustiado, a procura nem sabendo o que, consulte bem o que se passa. Talvez seja em busca de você mesmo que este seu irmão esteja. 

Daí, portanto, você deve ser o primeiro a aparecer, o primeiro a mostrar que pode ser o único e mais sério ainda talvez o último. Quando a terra estiver seca que sua mão seja a primeira a regá-la. Quando a flor se sufocar na urze e no espinho, que sua mão seja a primeira a separar o joio, a arrancar a praga, a afagar a pétala, a acariciar a flor. 

Se a porta estiver fechada de você venha a primeira chave. Se o vento sopra frio, que o calor de sua lareira seja a primeira proteção e primeiro abrigo. Se o pão for apenas massa e não estiver cozido, seja você o primeiro forno para transformá-lo em alimento. 

Não atire a primeira pedra em quem erra. De acusadores o mundo esta cheio. Nem por outro lado, aplauda o erro, dentro em pouco a ovação será ensurdecedora. Ofereça sua mão primeiro para levantar quem caiu. Sua atenção primeiro para aquele que foi esquecido, seja você o primeiro para aquele que não tem ninguém. 

Quando tudo for espinho atire a primeira flor, seja o primeiro a mostrar que há caminho de volta. Compreendendo que o perdão regenera, que a compreensão edifica, que o auxilio possibilita, que o entendimento reconstrói. Atire você, quando tudo for pedra, a primeira e decisiva flor... 

Rosemary Sadalla 

Leia mais: Atire a Primeira Flor http://mensagensepoemas.uol.com.br/pensamentos/esperanca/atire-a-primeira-flor.html#ixzz21dDWQTMQ

4 Recados:

Aline Araújo disse...

Linda mensagem amiga! Me emocionei! tenha uma maravilhosa semana, bjos.

Brasileira sim Senhor disse...

Olá querida, lindo texto e maravilhosa mensagem..obrigada por compartilhar!!Super bjs

As blogueiras disse...

Adorei a mensagem!Tenha um bom dia!Bjs
www.artesemcrochedalu.blogspot.com
www.mundopinkdapam.blogspot.com

Erilda Barbosa Padula disse...

Muito lindo viu!

Venho te convidar para participar do concurso da Coats é uma cesta recheada de produtos crochê e bordado se puder me ajuda a divulgar por favor obrigado bjoss...linda

http://erildabarbosapadula.blogspot.com.br/2012/08/concurso-cultural-coats-corrente.html

Postar um comentário

Dia 19 de Março - Dia do Artesão

Dia 19 de Março - Dia do Artesão
Minha poesia é inglória, vive em bancas incertas.
Do pódio e das vitórias, traduz histórias discretas.
Nos dizeres, incontida, minha poesia é de lua, às vezes, reza vestida às vezes, discursa nua.
Meu poema é artesanato.
E sai-me pronto das mãos.
Coso-o, com muito cuidado, cirzo-o, sem distração.
Às vezes, vem das sucatas de contas e velhos botões, de renda e fitas baratas, da fieira dos piões.
Que ressona atrás da porta, tem os pêlos de um cão, no final das linhas tortas traz pena, paina, algodão. Tem cores das violetas, pose de pedra-sabão.
Nas asas da borboleta, nem coloca os pés no chão.
O poema-artesanato traz ponto-cruz, bordaduras.
É sempre um simples retrato de uma notória figura. Retirado da net.


São José Carpinteiro.

São José Carpinteiro.