Seguidores


Selos - Presentinhos de uma amiga querida!

5

Recebi estes selinhos da minha querida amiga Graça Nunes do blog "Mimos da Graça". Adorei! Obrigada amiga!
Clique no link, faça uma visita e deixe um comentário carinhoso para a amiga Graça.

**Regras**
*Indicar 5 amigas para receberem o selo;
*Mencionar o blog de quem a indicou.







Tenham todas um dia abençoado!
Beijocas!


5 Recados:

Leni disse...

Amei os presentinhos . Já estou postando. Bjs L^
BU 174 http://penachioarte.blogspot.com

brasileirasimsenhor disse...

Olá querida, muito obrigada pelo carinho!!Ja vou postar..Super bjs

Elo

Nane disse...

Amei! Já estou postando no meu blog. E já estou participando do desafio. Obrigada! bjus

Eliany Trassi disse...

Bom dia!obrigada pelo carinho.Já estou levando os selinhos.Amei!
O Palavras da Alma que é novo,precisa desses carinhos.rs...
Inclusive estarei participando do sexto desafio ,com o blog novo,para que ele seja mais divulgado.
Pois estou tentando desmembrar meus escritos do Artes&Afins,mas o pessoal segue mais o outro.
Um grande dia para vc!
até mais!
bjs de luz!
mensagensepensamentos.blogspot.com

Ssandra disse...

Bomm dia.. Sou novas bnesse negocio de Blog, mas to adoranso... me add.. http://ssandrafotografias.blogspot.com tb gostaria dum celinho destes.. e cmo participo desta uniao de Blogueiras?? Bom Diiaaaa

Postar um comentário

Dia 19 de Março - Dia do Artesão

Dia 19 de Março - Dia do Artesão
Minha poesia é inglória, vive em bancas incertas.
Do pódio e das vitórias, traduz histórias discretas.
Nos dizeres, incontida, minha poesia é de lua, às vezes, reza vestida às vezes, discursa nua.
Meu poema é artesanato.
E sai-me pronto das mãos.
Coso-o, com muito cuidado, cirzo-o, sem distração.
Às vezes, vem das sucatas de contas e velhos botões, de renda e fitas baratas, da fieira dos piões.
Que ressona atrás da porta, tem os pêlos de um cão, no final das linhas tortas traz pena, paina, algodão. Tem cores das violetas, pose de pedra-sabão.
Nas asas da borboleta, nem coloca os pés no chão.
O poema-artesanato traz ponto-cruz, bordaduras.
É sempre um simples retrato de uma notória figura. Retirado da net.


São José Carpinteiro.

São José Carpinteiro.