Seguidores


O Abecedário da Felicidade.

1

Abrace alguém hoje. Porém, nada de envolver os braços no outro como se fosse um porco-espinho. Aproveite o gesto para transmitir todo o seu carinho.

Brinque mais. Não se importe com sua idade nem com os comentários das pessoas ao seu redor.

Coma o que gosta e esqueça um pouco a dieta. No fundo, você sabe: não está tão fora de forma assim.

Durma mais um pouquinho. Desligue o despertador sem culpa e aproveite a tranquilidade da manhã.

Elogie as pessoas ao seu lado. É simples, não precisa de prática alguma. Apenas deixe o coração falar.

Faça as pazes com quem já a ofendeu. Acredite, não existe remédio melhor para a sua alma.

Ganhe presentes de si mesma. Lembrancinhas, mesmo bobas, como um simples chocolate, podem mudar seu
dia para melhor.

Hoje é hoje. Amanhã… Ocupe-se com o que deve – e precisa – ser feito agora.

Imagine sempre ações boas para a sua vida e deixe de lado os maus pensamentos.

Jogue fora seus ressentimentos e aceite a opinião de outras pessoas.

Levante-se sempre após as quedas. Sustente-se de pé e tenha uma atitude vitoriosa.

Mantenha distância das fofocas. Elas não acrescentam nada à sua vida.

Neutralize o ódio com o amor. Procure o lado positivo dos acontecimentos.

Organize seu armário e sua vida, guardando o que é bom (objetos e sentimentos) e descartando o
lixo.

Pare de se fazer de vítima. Você é totalmente responsável pelos seus atos.

Questione sempre e nunca aceite absolutamente nada que vá contra suas verdadeiras convicções.

Ria de si mesma. Não há vergonha nisso. Ao contrário, você vai se divertir e agradar as pessoas.

Sinta a presença de Deus mesmo no silêncio que você não tem feito.

Toque o outro e sinta que a companhia dele pode lhe trazer paz.

Use as coisas em seu dia a dia e não as pessoas.

Vista-se com sua roupa preferida e não com a que lhe apontam como moda.

Xingue a preguiça que tenta lhe dominar com ações positivas em sua vida.

Zangado é aquele outro amiguinho da Branca de Neve. Você é o Feliz!

Caso esteja se perguntando onde foram parar as letras K, W e Y, sugiro como última dica: aprenda uma língua estrangeira. Além de usá-las bastante, aposte, sua autoestima aumentará. E não se esqueça de ser feliz todos os dias. Afinal, você merece!

Fonte:

1 Recados:

Jose Ramon Santana Vazquez disse...

...traigo
sangre
de
la
tarde
herida
en
la
mano
y
una
vela
de
mi
corazón
para
invitarte
y
darte
este
alma
que
viene
para
compartir
contigo
tu
bello
blog
con
un
ramillete
de
oro
y
claveles
dentro...


desde mis
HORAS ROTAS
Y AULA DE PAZ


COMPARTIENDO ILUSION


CON saludos de la luna al
reflejarse en el mar de la
poesía...




ESPERO SEAN DE VUESTRO AGRADO EL POST POETIZADO DE SIÉNTEME DE CRIADAS Y SEÑORAS, FLOR DE PASCUA ENEMIGOS PUBLICOS HÁLITO DESAYUNO CON DIAMANTES TIFÓN PULP FICTION, ESTALLIDO MAMMA MIA, TOQUE DE CANELA, STAR WARS,

José
Ramón...

Postar um comentário

Dia 19 de Março - Dia do Artesão

Dia 19 de Março - Dia do Artesão
Minha poesia é inglória, vive em bancas incertas.
Do pódio e das vitórias, traduz histórias discretas.
Nos dizeres, incontida, minha poesia é de lua, às vezes, reza vestida às vezes, discursa nua.
Meu poema é artesanato.
E sai-me pronto das mãos.
Coso-o, com muito cuidado, cirzo-o, sem distração.
Às vezes, vem das sucatas de contas e velhos botões, de renda e fitas baratas, da fieira dos piões.
Que ressona atrás da porta, tem os pêlos de um cão, no final das linhas tortas traz pena, paina, algodão. Tem cores das violetas, pose de pedra-sabão.
Nas asas da borboleta, nem coloca os pés no chão.
O poema-artesanato traz ponto-cruz, bordaduras.
É sempre um simples retrato de uma notória figura. Retirado da net.


São José Carpinteiro.

São José Carpinteiro.