Seguidores


Customização - Décimo Sexto Desafio das BLOGUEIRAS UNIDAS.

8

A palavra customização é empregada no sentido de personalização, adaptação. Desta forma, customizar é adaptar algo de acordo com o gosto ou necessidade de alguém. Customização pode ser entendida como sendo adequação ao gosto do cliente.


O termo CUSTOMIZAÇÃOé muito utilizado no mundo da moda para designar peças de roupas compradas prontas e depois modificadas por seus donos para tornarem-se diferentes e exclusivas. As roupas normalmente mais customizadas são as camisetas por permitirem uma variedade de possibilidades, tanto as camisetas básicas do dia a dia e como as chamadas abadás, que funcionam como "camisetas ingresso" para festas, baladas e carnavais. Essas modificações podem ser feitas com recortes, costuras, tingimentos e aplicações.


fonte:http://pt.wikipedia.org/wiki/Customiza%C3%A7%C3%A3o



O que é customização?

A palavra customização, que até pouco tempo não existia na língua portuguesa, foi criada para traduzir uma expressão em inglês – custom made - significa então sob medida. Tudo indica que essa proposta nasceu com o movimento hippie na década de 60, com o advento dos processos artesanais e o desenvolvimento de técnicas de tingimentos de tecidos, trabalhos com retalhos (patchwork) contribuindo para personalização das peças.
(PALOMINO, 2002)



Nessa onda, customizar significa reciclar, transformar o básico numa nova peça, única, exclusiva, seja com recortes, apliques, costuras decorativas, lantejoulas, pedrarias, babados, botões, tingimentos, pinturas, dentre outras infinidades de maneiras e materiais utilizáveis. É um verdadeiro “vale tudo” para a obtenção de roupas e acessórios únicos, diferentes daqueles produzidos em série. Pode ser feito através de técnicas somente manuais, técnicas à máquina, colada, silkada, cortada, como também usando todas as técnicas necessárias e possíveis para um bom resultado estético harmonioso.

Na opinião de Vicent-Ricard (1989), a conseqüência imediata do fenômeno foi o surgimento e o fortalecimento de um poder específico, capaz de desorganizar tudo: a iniciativa criadora e personalíssima do consumidor, que permite a cada um exercer sua própria criatividade em função de sua imaginação e de suas visões.


fonte:http://www.overmundo.com.br/overblog/a-onda-da-customizacao

Para ilustrar esta postagem trouxe os trabalhos de nossa querida amiga e autora do blog
Claudiane Salum.
Espero que gostem!
Claudiane faz customização em camisetas, ecobags e toalhas com flores em crochê, tecido, pedrarias e patchcolagem.


Já fez sua CARTEIRINHA OFICIAL?

8 Recados:

Christina Borowski - Chris Gifts disse...

AMEI!!!! O bolso jeans com as florzinhas em crochê, ficou show, super original!!! Parabéns!
Estou te acompanhando e voltarei para conferir as novidades.
Chris
chrisgifts.blogspot.com

§Van..Castro§ disse...

muito legal.adorei..
siglea...
ja deixei nome pra paulinha fazer a carteirinha..bjos

disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
disse...

Lindo, eu já customizei algumas peças minhas por aqui, gosto muito... Bjusssss

claudiane salum disse...

siglea minha querida,fiquei emocionada com o post,simplesmente maravilhoso!
vc é surpreendente!te amo!

brasileirasimsenhor disse...

Parabéns a Claudiane. São extremamente criativos esses trabalhos !! Parabéns. Super bjs , Elo

Gislaine disse...

Lindos seus trabalhos sou das blogueiras unidas meu n°1375 parabenizo pelo lindos trabalhos e que Deus te abençoe estou te seguindo.Beijinhos

Gislaine disse...

Lindos seus trabalhos sou das blogueiras unidas meu n°1375 parabenizo pelo lindos trabalhos e que Deus te abençoe estou te seguindo.Beijinhos

Postar um comentário

Dia 19 de Março - Dia do Artesão

Dia 19 de Março - Dia do Artesão
Minha poesia é inglória, vive em bancas incertas.
Do pódio e das vitórias, traduz histórias discretas.
Nos dizeres, incontida, minha poesia é de lua, às vezes, reza vestida às vezes, discursa nua.
Meu poema é artesanato.
E sai-me pronto das mãos.
Coso-o, com muito cuidado, cirzo-o, sem distração.
Às vezes, vem das sucatas de contas e velhos botões, de renda e fitas baratas, da fieira dos piões.
Que ressona atrás da porta, tem os pêlos de um cão, no final das linhas tortas traz pena, paina, algodão. Tem cores das violetas, pose de pedra-sabão.
Nas asas da borboleta, nem coloca os pés no chão.
O poema-artesanato traz ponto-cruz, bordaduras.
É sempre um simples retrato de uma notória figura. Retirado da net.


São José Carpinteiro.

São José Carpinteiro.