Seguidores



DIA DO ARTESÃO - BLOGUEIRAS UNIDAS!

8


8 Recados:

Menina Prendada disse...

Passei pra te desejar um feliz dia do Artesão e te avisar que lá no meu blog tem selinho do dia do artesão, passa lá pra pegar.

Um xeru
Sandra
http://kesartesemimos.blogspot.com.br/

Nana Pinho disse...

Só posso desejar que todos os dias sejam magicos a todos os criadores de arte!
BjOs de Nana =*
Conheça todos meus blogs, basta clicar aqui !

Bella&MelArtFestaPresente disse...

PARABÉNS POR TODOS ARTESÕES!!!
MUITAS INSPIRAÇÕES E QUE DEUS ABENÇOE NOSSAS MÃOS!
SolangeGmax

FÁTIMA AMORim disse...

PARABÉNS PELO NOSSO DIA, SIGLEA!
QUE DEUS ABENÇOE AS TUAS MÃOS E CONTINUE HABITANDO EM SEU CORAÇÃO.

ABREIJOS, AMADA.

Drucila Milian disse...

" Hoje é o Dia do Artesão, tudo começou com um humilde carpinteiro, José, que com amor e criatividade
trabalhava, transformando madeira em Arte Útil.
Por ser um dia tão especial desejo que todos os Artesãos e Artesãs se sintam
iluminados e iluminadas por Deus que é fonte infinita de criatividade e sabedoria.
E que assim sejamos: humildes, trabalhadores e gratos.
Felicidades!"
http://drucilamilian.blogspot.com.br/2013/03/desafio-para-dia-do-artesao-vamos.html

Nequéren Reis disse...

http://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br/

Nequéren Reis disse...

Bom dia.
O seu blog é diversificado amei, se você puder der uma passadinha no meu blog, por favor retribui a inscrição. Agradeço a todos os blog pelos recados, sigo todos. instragam @nequerenreis
http://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br/

Trilha Sonora de Casamento disse...

(>“< )
( ("))
(,(")(")
Te mando
(>“< )
(,'o' )/")
(,(")(")
Um beijinho
(>“< )
( ,'.' )
(,(")(")
Com muito
(>“< )
( ,-,-)
(,(")(") Carinho!
* “Um Blogueiro é um garimpeiro de idéias”
PARABÉNS!!!

Beijus e sucesso!!!
http://vanessacupcake.blogspot.com

Postar um comentário

Dia 19 de Março - Dia do Artesão

Dia 19 de Março - Dia do Artesão
Minha poesia é inglória, vive em bancas incertas.
Do pódio e das vitórias, traduz histórias discretas.
Nos dizeres, incontida, minha poesia é de lua, às vezes, reza vestida às vezes, discursa nua.
Meu poema é artesanato.
E sai-me pronto das mãos.
Coso-o, com muito cuidado, cirzo-o, sem distração.
Às vezes, vem das sucatas de contas e velhos botões, de renda e fitas baratas, da fieira dos piões.
Que ressona atrás da porta, tem os pêlos de um cão, no final das linhas tortas traz pena, paina, algodão. Tem cores das violetas, pose de pedra-sabão.
Nas asas da borboleta, nem coloca os pés no chão.
O poema-artesanato traz ponto-cruz, bordaduras.
É sempre um simples retrato de uma notória figura. Retirado da net.


São José Carpinteiro.

São José Carpinteiro.