Seguidores


Brasil - Parabéns, 191 anos de independência!

3
  Reciclar é preciso!
Para fazer uma linda homenagem para  o Brasil não vacile é só reciclar !!!

                               
Está aqui outra ótima ideia para homenagear o Brasil !

   
                                   
 Que lindo make para cantar o hino ou festejar !!!


Que tal este look?



O futuro do Brasil está em nossas mãos!



Nossas maravilhas!
As aves que aqui gorjeiam não gorjeiam como lá!


"Minha terra tem palmeiras,
Onde canta o Sabiá;
As aves, que aqui gorjeiam,
Não gorjeiam como lá.

Nosso céu tem mais estrelas,
Nossas várzeas têm mais flores,
Nossos bosques têm mais vida,
Nossa vida mais amores.










Sou brasileira de alma e coração!

( Postagem feita por Giovanna - "Artes da Giovanna" )


3 Recados:

Lúcia Oliveira disse...

Olá Siglea, Que Saudade das nossas interações!
Passando para fazer uma visitinha e deixar o meu carinho. Te desejo uma semana repleta de alegria com muita Saúde e Paz.
Muitos bjos no coração.
http://luskidoca.blogspot.com

Jesus puro amor disse...

Parabéns pelo blog.
Jesus Te Ama
"Por isso, também Deus o exaltou soberanamente, e lhe deu um nome que é sobre todo o nome;
Para que ao nome de Jesus se dobre todo o joelho dos que estão nos céus, e na terra, e debaixo da terra,
E toda a língua confesse que Jesus Cristo é o Senhor, para glória de Deus Pai.

Filipenses 2:9-11"

Tatiany Gouveia disse...

Oi amei seu blog, me faça uma visita e se desejar venha ser minha seguidora também , já te sigo
bjs
http://taty3gouveia.blogspot.com.br

Postar um comentário

Dia 19 de Março - Dia do Artesão

Dia 19 de Março - Dia do Artesão
Minha poesia é inglória, vive em bancas incertas.
Do pódio e das vitórias, traduz histórias discretas.
Nos dizeres, incontida, minha poesia é de lua, às vezes, reza vestida às vezes, discursa nua.
Meu poema é artesanato.
E sai-me pronto das mãos.
Coso-o, com muito cuidado, cirzo-o, sem distração.
Às vezes, vem das sucatas de contas e velhos botões, de renda e fitas baratas, da fieira dos piões.
Que ressona atrás da porta, tem os pêlos de um cão, no final das linhas tortas traz pena, paina, algodão. Tem cores das violetas, pose de pedra-sabão.
Nas asas da borboleta, nem coloca os pés no chão.
O poema-artesanato traz ponto-cruz, bordaduras.
É sempre um simples retrato de uma notória figura. Retirado da net.


São José Carpinteiro.

São José Carpinteiro.