Seguidores


Mulher!

1
Mulher!
Vou fazer para você.
Uns versos de A a Z!
A=Anna..doce e Meiga Senhorita,
B=Bruna--- de vc é Mais Bonita.
C=Conceição e seu grande coração.
D=Dorothy e sua Imaginação..
E=Elizabeth prefere a Fantasia.
F=Da Francine pego a Alegria.
G=Gema que não é do ovo
H=Helô é o NOVO,No Todo!
I=Ivone amiga de Escola
J=Júlia, Amiga de Agora!
L=Lívia e Lilian... Ímpar, Singular,tem Lugar.
M=Maria,minha Maria,nem poderia aqui FaLtar.
N=Nanda recordo de alguém
O=Odila Mãe de Meu Bem.
P=Patrícia da Pátria Mãe GentiL.
Q=Quênia..Conheci ao acaso,neste Brasil.
R=Rosana grande amiga de Donana
S=Sueli hoje eu Canto prá Ti.
T=Teresinha das Flores e da Magia.
U=Urlenize-- Passoinha q contagia!
V=Valderês É a prima da VEZ!
X=Xana,Fulana de nome diferente,presente.
Z=Zolair para atender minha Mãe=Anair!
y=Yeda Cedezete da nossa cApital,Saudade sem IguaL
K=Muitas Kellis=Catitas=Benditas entre Tantas.
Mulher, Mulher.
Num Lugar QuaLquer!
Para o q Der e Vier!

Ana Piaia SotiLLe

1 Recados:

Nandyta disse...

adorei o poema, meu nome está aí rsrsr Nanda, mais como blogueira nandyta para diferenciar, prabéns e uma ótima quinta feira!!!

Postar um comentário

Dia 19 de Março - Dia do Artesão

Dia 19 de Março - Dia do Artesão
Minha poesia é inglória, vive em bancas incertas.
Do pódio e das vitórias, traduz histórias discretas.
Nos dizeres, incontida, minha poesia é de lua, às vezes, reza vestida às vezes, discursa nua.
Meu poema é artesanato.
E sai-me pronto das mãos.
Coso-o, com muito cuidado, cirzo-o, sem distração.
Às vezes, vem das sucatas de contas e velhos botões, de renda e fitas baratas, da fieira dos piões.
Que ressona atrás da porta, tem os pêlos de um cão, no final das linhas tortas traz pena, paina, algodão. Tem cores das violetas, pose de pedra-sabão.
Nas asas da borboleta, nem coloca os pés no chão.
O poema-artesanato traz ponto-cruz, bordaduras.
É sempre um simples retrato de uma notória figura. Retirado da net.


São José Carpinteiro.

São José Carpinteiro.