Seguidores


Fuxico - Décimo Sexto Desafio das BLOGUEIRAS UNIDAS - Técnicas Artesanais.

11
Trouxe meus trabalhos para ilustrar esta postagem.
Espero que gostem!
Fuxico - A prática leva a perfeição!
Existem muitas postagens a respeito da origem do fuxico, vou postar algumas que encontrei em minhas pesquisas.

**Pesquisa 1.

Uma das formas de artesanato envolvendo trabalhos
manuais é o fuxico que é uma técnica de trabalhar com
retalhos de tecidos e os transformando em diversos
tipos de artigos têxteis como: colchas, almofadas,
roupas, tapetes, bolsas, diversos acessórios, entre
outras coisas e que para esse artesanato é muito
importante do ponto de vista de preservar o meio
ambiente.

Visualizamos que um pedaço de tecido, junto
com a linha, a agulha e a criatividade se transformará
em outras peças de artigos têxteis e com custo baixo.

O fuxico é um trabalho de toque
exclusivo e único, dando a garantia da personalidade de
cada item, sendo indiscutivelmente um dos ingredientes
necessários ao requinte obtido, podendo existir
modelos iguais, mas nunca com a mesma identidade.

‘Fuxico’ como todos sabem é fazer intrigas,
mexerico, futricar, mas também é um tipo de
artesanato, simples feito com retalhos de tecidos,
cortados em formato de círculo que alinhavado e
franzido lembra uma flor.

Existe há mais de 150
anos, sendo considerada uma tradição do Brasil que
remonta ao período colonial onde os tecidos na época
eram artigos de luxo destinados apenas as Sinhás, e os
restos, as sobras desses tecidos as escravas juntavam e
se reuniam nas senzalas para cosê-los com pontos
largos (alinhavos) e ao mesmo tempo cochichavam,
mexericavam sobre a vida dos senhores.

Depois
houve seu desenvolvimento e acolhimento no Nordeste
do Brasil, fazendo parte da cultura nordestina. Vale
ressaltar que o fuxico esteve associado à classe social
de baixa renda e/ou comunidades rurais, e passou a ser
valorizado cerca de uma década para cá, com o
surgimento da customização e a introdução do
patchwork na moda e na decoração.

Porém, a compreensão e a busca de novas
alternativas de fonte de renda no contexto social só
podem ser feitas partindo-se de uma reflexão, sem
preconceitos, sobre a importância e os diferentes
significados destas atividades para a população em
contextos específicos. Dessa forma o objetivo deste
trabalho foi poder reaproveitar (reciclar) restos (sobras)
de tecido para criar e customizar roupas, acessórios e
objetos decorativos e o que mais a imaginação permitir
tendo com isso com custo zero.


Fonte: A IMPORTÂNCIA DO TRABALHO ARTESANAL:
FAZENDO ARTE COM FUXICO
Daniele Gomes do Nascimento¹, Etienne Amorim Albino da Silva²

A arte expressa seus sentimentos, sensações e ideias, suas crenças, sua filosofia e forma de ver o mundo.

**Pesquisa 2.


O fuxico é o nome dado a um tipo de artesanato feito com tecido, agulha, linha e muita, muita paciência.

Sua origem é incerta. Não se tem registro de onde e nem de quando esta idéia de reaproveitar retalhos de tecido começou. Sabe se apenas que hoje em dia ele é feito em várias partes do mundo.

Aqui no Brasil recebeu este nome porque era feito por grupos de mulheres que se reuniam nas horas vagas para confeccionar com as sobras de tecido, toalhas, tapetes, colchas e o que mais a imaginação criasse. Enquanto trabalhavam, também falavam, por isso o nome “fuxico” (fofoca). Mas não fofocavam, como se quer fazer acreditar, e sim discutiam sobre seus problemas do dia-a-dia além de incrementar a renda doméstica vendendo para amigas os trabalhos por elas produzidos. Além do uso na decoração, ele também passou a ser utilizado na confecção de roupas. Sinal de que, mesmo que a industria têxtil produza tecidos altamente tecnológicos, o artesanato não sai de moda.

O fuxico é feito principalmente nas cidades pequenas pois, por ser totalmente artesanal, requer tempo e isto hoje em dia está cada vez mais escasso nas grandes cidades. É no interior do país que se mantém a tradição.

Mas, seja no interior, ou na cidade grande,uma coisa é certa, nenhum país produz tanto fuxico como o Brasil. Talvez pelo fato do brasileiro ser tão habilidoso para o artesanato, criativo para transformar a matéria ou ter sempre que dar um jeitinho para superar o desemprego.


fonte:http://fuxique.wordpress.com



**Pesquisa 3.


O fuxico, de idade secular, tem a sua criação atribuída (cogitada) aos escravos africanos. Entretanto, eles se popularizaram dentro do universo do patchwork no início do século XX. Um pequeno círculo com as extremidades alinhavadas e franzidas inspiram a criação de pequenos enfeites e adereços, até a composição de peças maiores como colchas.

O fuxico é um artesanato que está presente em todas as regiões brasileiras. O termo “fuxico” em português é sinônimo de “fofoca” (cochicho) e, segundo o folclore local, ele recebeu este nome uma vez que as mulheres se reuniam para costurar e cochichar sobre a vida alheia.

O fuxico esteve associado à classe social de baixa renda e/ou comunidades rurais. De uma década para cá, com o surgimento da customização e a introdução de novas técnicas artesanais na moda e na decoração é que ele começou a ser mais valorizado.


Fonte:http://fuxiquinha.wordpress.com

**Pesquisa 4.


Velho conhecido das costureiras, o fuxico feito de sobras e retalhos de tecido tem muito tempo saiu do anonimato do artesanato e entrou para a glamourosa vida da alta costura. Essas trouxinhas de pano, feitas de tecidos variados e muita paciência, ganhou esse nome porque no interior do país as costureiras se sentavam para trabalhar juntas e automaticamente rolava muito mexerico. É claro que o produto dessas reuniões só podia ter esse nome: fuxico. Só que o fuxico não é uma criação genuinamente brasileira. Pois é, os fuxicos correram soltos pelo mundo antes de chegar por aqui. Não se tem certeza de sua verdadeira origem, mas a técnica chegou ao Brasil pelas mãos dos portugueses e espanhóis no século 19 e fixou-se principalmente no Nordeste.

Muito se engana quem acredita que fazer um bonito fuxico é simples. As artesãs mais habilidosas afirmam que só depois de muito treino é que se consegue fazer um fuxico mais aberto e com bom acabamento. Além do que uma peça mais elaborada usa centenas de fuxicos e dias de muito trabalho. E isso é só o começo. Depois de se conseguir a habilidade pode-se começar a customizar as peças e agregar outras técnicas ao fuxico. É só abusar da criatividade..





Existem muitas maneiras de fazer o fuxico. O número de PAPS que encontramos é impressionante, basta digitar FUXICO no GOOGLE e aventurar-se nesta linda arte.

O fuxico é um trabalho de toque
exclusivo e único, dando a garantia da personalidade de
cada item, sendo indiscutivelmente um dos ingredientes
necessários ao requinte obtido, podendo existir
modelos iguais, mas nunca com a mesma identidade.



O Fuxico Margarida não poderia faltar neste blog!


Este fuxico com fita métrica é novidade. Vou fazer e depois trago para mostrar!

O básico do fuxico (e o mais conhecido) é o fuxico simples.

Segue o PAP (passo a passo):

- Material:

Tecido (a sua escolha)

Agulha

Linha

Tesoura

Caneta hidrocor

Molde Circular

- Modo de Fazer:

En um pedaço de papel recorte um círculo de 5 cm. Pronto, está feito seu molde.

Para obter outros moldes, é só mudar o tamanho do círculo.

Marque com a caneta o molde no tecido. Depois recorte.

Costure as bainhas do círculo, como mostra a figura.

Depois de ter costurado tudo puxe, ele vai franzir por ele mesmo, é só dar o arremate e pronto! Seu primeiro fuxico foi feito.

Fonte:http://apetrexaria.blogspot.com


**PAP Morangos com flor de fuxico**

Faça um circulo de 12 centímetros semelhante a um fuxico
Corte ao meio, cada circulo da 2 moranguinhos
Costure a lateral do meio circulo, temos o corpo do moranguinho, como um cone
Então costuramos a borda como se fosse um fuxico
Colocamos o enchimento e puxamos a linha ai o morango tomar forma

BLOGS:

PAPS:

**Estes foram apenas alguns blogs que visitei. Em nossa lista de divulgação temos muitas blogueiras que trabalham com FUXICO.

Grupo de interesse ( 1 ) Artesanato com fuxico.

Tenham todas uma semana abençoada!

Beijocas!

11 Recados:

Cristina Almeida disse...

Eu adoro essa arte, já fiz e ensinei no Projeto Escola Aberta uma flor que o princípio é o mesmo do fuxico, eu cortava em forma arredondada dobrava ao meio, depois trazia as pontas pro centro, formando um bico, daí costurava e essas eram as pétalas das flores que fazíamos para customizar as camisetas das alunas no projeto.Mas a margarida ainda não tinha visto.Trabalhos muito bonitos!
Bjs e ótimo domingo!

VRPC Artesanato II disse...

Olha eu aqui!!!!!
No meio da correria não resisti e tirei um tempinho para admirar estas artes maravilhosas deste cantinho fofo que sou fã Nº1!
Parabéns , como sempre está tudo muito lindo!
bjusss
Vani Helena

SoArt's disse...

olá querida amiga!!!Estou um pouco ausente por motivos de trabalho, mas não esqueço de ti e nem da nossa parceria, assim que posso vou dando uma visitadinha no blog das amigas e como sempre vc está sempre na minha lista. Linda matéria sobre o fuxico.Bjos uma semana de muita bençãos

quelsfs disse...

Super postagem!
Muita informação e dicas ótimas.
Beijinh♥

SÓ UNHAS disse...

amei muito legal,me iteressei em aprender atesanatos com a ajuda desse blog ,não tem como não se apaixonar.bjsss blog sóunhas

§Van..Castro§ disse...

ola adorei..amo fuxico..
me ensina afazer esta flor do milo dobrada..bjinhs
1521

Unknown disse...

Siglea, estou encantada com os teus trabalhos. Muuuito lindos. Fico pensando, como a Iris perde tempo e teria mais qualidade de vida, se houvesse interesse em se dedicar a trabalhos manuais. Para mim é relax. Estou sempre fazendo alguma coisa. Beijo e parabéns!

Elisete Matias disse...

Siglea, eu adoro fuxico adorei as dicas. Parabéns e muito sucesso.

bjs
Elisete
Qunado tiver um tempinho venha me visitar também www.lardart.com.br. Ficarei muito feliz com sua visita.

Lúcia disse...

ola tantos fuxicos lindos de cores vivas para alegrar nossas vidas muitos parabéns por tão belos trabalhos ótima semana bejs.

harry Fa disse...

Welcome to my shop maybe my clothes make you become the most beautiful princess

لدينا ملابس تجعلك تشعر بأنك أصغر سنا، وأكثر جاذبية، وأكثر جمالا

كل فستان الدانتيل الأسود

harry Fa disse...

Welcome to my shop maybe my clothes make you become the most beautiful princess

cجميع أحذية عالية الكعب
تأتي فقط على موقعنا على شبكة الإنترنت، هذا بدلة أنيقة لك، لا تقلق حول الملابس المستوردة باهظة الثمن، ونحن الأرخص في العالم موقع ويب، أرخص مما كنت أكل الغداء

Postar um comentário

Dia 19 de Março - Dia do Artesão

Dia 19 de Março - Dia do Artesão
Minha poesia é inglória, vive em bancas incertas.
Do pódio e das vitórias, traduz histórias discretas.
Nos dizeres, incontida, minha poesia é de lua, às vezes, reza vestida às vezes, discursa nua.
Meu poema é artesanato.
E sai-me pronto das mãos.
Coso-o, com muito cuidado, cirzo-o, sem distração.
Às vezes, vem das sucatas de contas e velhos botões, de renda e fitas baratas, da fieira dos piões.
Que ressona atrás da porta, tem os pêlos de um cão, no final das linhas tortas traz pena, paina, algodão. Tem cores das violetas, pose de pedra-sabão.
Nas asas da borboleta, nem coloca os pés no chão.
O poema-artesanato traz ponto-cruz, bordaduras.
É sempre um simples retrato de uma notória figura. Retirado da net.


São José Carpinteiro.

São José Carpinteiro.